Moradores de Resende participam da campanha “Fora Bolsonaro”

Neste sábado, dia 2, o município de Resende também aderiu a campanha “Fora Bolsonaro”, que levou milhares de manifestantes de diferentes estados e municípios para as ruas protestarem contra as mazelas do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Dois grupos foram às ruas no município: um na vila de Visconde de Mauá, em manifestação promovida pelo coletivo “Resiste Mauá”, onde além de gritarem palavras de ordem pedindo o impeachment do presidente, os moradores realizaram um abraço simbólico ao Campo de Futebol (à direita).

O ato representa uma forma de protesto contra o governo de Diogo Balieiro Diniz (DEM), que em agosto passado anunciou um projeto urbanístico da Prefeitura, que na visão dos manifestantes, é “de gosto duvidoso, inadequado e descaracterizador”, e também uma forma de chamar a atenção para a preservação ambiental das características bucólicas e dos atrativos naturais da região, uma das atrações turísticas em Resende.

Em outro ponto da cidade, um grupo liderado por militantes do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) realizou uma manifestção que começou no Mercado Popular e seguiu até o Calçadão de Campos Elíseos, onde foi promovida uma assinatura pedindo o impeachment do presidente Bolsonaro (foto abaixo).

Além do impeachment, ambos os grupos também defenderam outras pautas comuns às manifestações realizadas país afora, reivindicando direitos, renda, comida, saúde, democracia, respeito à vida, à soberania, preservação das estatais e dos serviços públicos, eleições livres e vacinação em massa”.

Promovida há um ano e meio, a Campanha Fora Bolsonaro é uma iniciativa de movimentos Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, a Coalização Negra por Direitos, a UNE, a UBES, CUT e demais Centrais Sindicais,  o MTST, o MST, o Fórum Nacional de ONGs e diversas organizações, além todos os partidos de esquerda e outras centrais sindicais.

As manifestações aconteceram na maioria das capitais e grandes cidades do país, reunindo cerca de 700 mil pessoas, segundo os organizadores. Em São Paulo, na Avenida Paulista, o evento reuniu lideranças de dezenas partidos, de diferentes campos políticos.

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.