Concessão da São Miguel será tema de audiências na Câmara de Resende

Na próxima quarta-feira, dia 24, acontece a primeira de um total de cinco audiências públicas que discutirão a concessão do transporte municipal à empresa São Miguel. A concessionária de transporte público tem um contrato com duração de 20 anos, e o mesmo se encerra em setembro 2020, o que fez o vereador Caio Sampaio (Rede) solicitar as audiências, que segundo ele, terão o objetivo de discutir se há ou não interesse da população em renová-lo.

– É fundamental mobilizar a sociedade em torno do assunto, levantando uma ampla discussão com representantes da prefeitura, usuários do serviço de transporte, a própria São Miguel, entre outros, de forma a sanar dúvidas e verificar se a empresa será capaz de atender aos anseios da população em caso de renovação do contrato – aponta.

Para o encontro que acontecerá na quarta-feira, foram chamados para compor a mesa principal da audiência representantes da concessionária São Miguel, da Prefeitura, do Conselho Municipal de Transporte (Comutran), da Polícia Militar, da Guarda Municipal, da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Sumtran) e da Federação das Associações de Moradores e Amigos de Resende (Famar).

Esta não é primeira vez que o vereador promove uma audiência na área da transporte público. Ele também convocou uma audiência pública para discutir a qualidade dos serviços de transporte em Resende, realizada em maio de 2017. Na ocasião, vereadores e o público reclamaram das más condições dos ônibus, do valor da tarifa, do descumprimento de horários e da falta de fiscalização por parte da Prefeitura.

A audiência pública está marcada para as 19 horas, no Plenário da Câmara, na Rua Padre Couto, 10, no Centro.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Fonte: Assessoria de Comunicação (CMR)

Você pode gostar

2 thoughts on “Concessão da São Miguel será tema de audiências na Câmara de Resende

  1. Precisamos de audiência na concessão da viação Sul Fluminense!
    Isso parece até promessa de morte, uma empresa sucateada dessas continuar com a concessão…

  2. Nenhum morador da cidade de Resende aguenta mais a monopolização da empresa de transporte São Miguel. Os ônibus se encontram em situações precárias e passam cada dia em um horário diferente, o que prejudica nós trabalhadores que infelizmente precisamos fazer uso desse meio de transporte para nos locomover até o trabalho, fora o absurdo de R$4,00 a tarifa, para fazer uso de um transporte que não conta com o mínimo de conforto para seus usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.