Salada de frutas

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O SALÃO DO PINHÃO
Será no mês de maio a XVI edição do Salão do Pinhão – Arte e Natureza, na Região de Visconde de Mauá-RJ. O Salão do Pinhão, organizado pelo Centro Cultural Visconde de Mauá, na Vila de Mauá e dirigido por Márcia Patrocínio, fará mais uma vez o evento de forma virtual (via Facebook), mas, dessa vez, também presencial para aqueles artistas que estão pela região, ou que queiram enviar seus trabalhos pelo Correio. As inscrições para participar do Salão começaram dia 10 e seguem até o próximo dia 20 de abril e podem ser realizadas pelo e-mail: maua.centrocultural@gmail.com. O tema exclusivo do Salão do Pinhão é a Araucária, ou pinheiro brasiliense, que é um símbolo da Serra da Mantiqueira, uma espécie que existe há 250 milhões de anos e único pinheiro nativo do Brasil, informam os organizadores.
O XVI Salão do Pinhão – Arte e Natureza será realizado de 1º de maio a 31 de maio, no Centro Cultural Visconde de Mauá, na Aldeia dos Imigrantes na Vila de Mauá, respeitando as normas protocolares sanitárias em virtude da pandemia.

LIBERDADE PARA RODRIGO PILHA
Emitir opinião sem fazer uso de atos violentos é garantido pela nossa constituição. É a chamada liberdade de expressão, um direito constitucional. O ativista Rodrigo Pilha apenas exibiu um cartaz onde se lia Bolsonaro genocida, uma classificação que está na boca e nas mentes de muita gente no Brasil e até no Exterior. Pilha apenas expressou sua opinião, que inclusive bate com a minha. Ele não incitou ninguém à por em risco a integridade física do pseudopresidente. Como o fizeram há pouco tempo, seguidores alucinados dessa criatura, contra os ministros do Supremo Tribunal Federal e o governador de São Paulo. É um preso político. Liberdade para Rodrigo Pilha.

BOTANDO PILHA
“O tempo deixará ainda mais claro o que já é inegável hoje. Grande parte das mortes que temos sofrido no Brasil é responsabilidade direta do presidente da República. Ele agiu intensa e deliberadamente para que o vírus se espalhasse. Ele tem sido incansável nas mentiras, no estímulo à exposição ao risco, na criação de conflitos políticos. Ele nunca deixou de sabotar os esforços de proteção da vida de qualquer gestor público, nas três esferas administrativas. Ainda hoje, mais de um ano de pandemia. Ainda hoje, mais de 350 mil mortos. Faltam oxigênio, remédios, vagas nos hospitais, vacinas. Mas Bolsonaro protege o vírus e as suas mutações. Bolsonaro é o comandante supremo da morte no Brasil”. Quem disse isso foi a jornalista Míriam Leitão, em sua coluna mais recente. Para serem no mínimo coerentes, ou prendem a Míriam Leitão ou libertam o Rodrigo Pilha. A jornalista exerceu seu legitimo direito de expressar sua opinião, garantido na Constituição Federal. Assim como o Pilha.

BOLSONARISMO E NAZISMO DE BRAÇOS DADOS?
“O bolsonarismo é baseado em afetos de extrema direita e em supremacismo branco, com referências identitárias muito fortes do nazismo, muito forte”. A afirmação é do professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Michel Gherman em entrevista concedida à TV 247. Segundo ele, o governo Jair Bolsonaro “está crivado de nazistas” e repleto de referências históricas que remetem à Alemanha nazista e ao supremacismo branco.

CHEGA DE MI MI MI BOLSONARO
É só uma CPIzinha de nada. A qual você fará tudo para que seja apenas mais uma CPIzza. Chega de MI MI MI, criatura!! Milícia, Milicos, Mito.

Foto: Arquivo

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.