Recebendo crianças no restaurante

Atire o primeiro guardanapo quem não tem alguma história engraçada (ou não muito) envolvendo crianças em restaurantes. Há quem se lembre com alegria de quando podia se pendurar para ver os pizzaiolos trabalhando, ou então quem morra de raiva de criança correndo pelo salão – o fato é que o assunto pode se tornar espinhoso em instantes.

Alguns restaurantes no exterior vetam a presença de menores de 12 anos (e às vezes, de menores de 18 anos) no recinto, argumentando que o ambiente não é para crianças. Por outro lado, os chefs e donos de restaurante entrevistados foram unânimes em uma coisa: criança que vai em restaurantes aprende como valorizar a comida, muitas vezes com mais entusiasmo do que muito adulto.

Então, como dosar a visita da criançada para não causar caos no salão? O segredo está em saber dosar limites, aguçar a curiosidade dos pequenos em relação à comida…E ter grandes doses de paciência e de noção por parte dos pais.

Saiba como no jornal BEIRA-RIO.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.