Para serem apreciados com a mão

Uma folha de uva tostada, uma fatia de brie, outra de pera, cebola e avelã. Você pega a folha como uma trouxinha, como um wrap, como uma torrada, como quiser. A única imposição do snack (como a chef Renata Vanzetto chama os petiscos do Ema) é ser levado dos dedos à boca.

Comer com as mãos é comum em muitas regiões do mundo. Detalhes variam de lugar para lugar: arroz ou pão são usados para levar a comida à boca na Índia, no Irã e na Síria; papas e purês de raízes ou vegetais fazem o mesmo no centro e no sul da África.

Fotos: Divulgação

Leia mais sobre o assunto. Assine o jornal BEIRA-RIO.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.