Resende terá seu representante nas Olimpíadas de Tóquio

Considerado um dos destaques entre os nadadores de Resende desde as categorias de base, o atleta Matheus Gonche, de 22 anos, do Sesi-SP, representará o município pela primeira vez em uma olimpíada. Ele conquistou índice para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, após nadar abaixo do índice nos 100 metros borboleta, sua especialidade. Ele venceu a prova neste sábado, dia 24, na Seletiva Olímpica, realizada no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

Gonche nadou a prova em 51s94, abaixo do índice de 51s96 e garantiu seu lugar, ainda mais depois que a pandemia o deixou afastado das piscinas por um tempo. “Fiquei cinco meses sem contato com a piscina no ano passado. Depois, conseguimos voltar e o trabalho encaixou muito bem. Durante a semana, eu fui sentindo que estava bem e sabia que se minha passagem fosse boa, a volta daria o índice”.

Enacampeão Brasileiro de categoria nos 200m borboleta, o atleta nadou a prova na seletiva na quinta-feira, dia 22, terminando na segunda colocação com o melhor tempo da carreira: 1min57s57. A prova deu motivação para o atleta seguir bem na Seletiva e conseguir dar o seu melhor na prova dos 100 metros borboleta. “Estou muito feliz e quero agradecer a todos que participaram desta conquista, desde o início em Resende, passando pelo Fluminense e agora no Sesi”, comentou o nadador após a prova.

Antes de retornar aos treinos, Gonche descreve o período em que ficou parado. “Foram meses complicados por conta da pandemia. Tivemos altos e baixos, com o risco de parar novamente. Mas com a estrutura do Sesi e todo apoio que recebemos conseguimos continuar treinando. Sempre é importante fazer treinos de 50m. Fomos muito bem recebidos e saímos muito fortes com equipe e individualmente”.

Ele revela que a organização do clube também foi fundamental para que conseguisse a classificação olímpica. “O Sesi conseguiu se planejar e manteve o salário dos atletas durante toda pandemia. Isso foi essencial para dar procedimento e manter a qualidade dos treinos. Conseguimos manter o foco e os gastos que não são baixos com esporte. Isso foi um grande mérito do clube”, completou o atleta.

Para os jogos de Tóquio, além de se classificar na prova individual dos 100 metros borboleta, Gonche também ganhou o direito de participar o 4 x 100 masculino por ter feito índice na prova em que competiu.

Fotos: Divulgação/On Board Sports e Satiro Sodré/CBDA

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.