Itatiaia ganha mais um centro de distribuição de medicamentos

Sede da P&G em Itatiaia receberá mais um centro de distribuição de medicamentos na cidade (Foto: Divulgação)

O Governo do Rio de Janeiro anunciou nesta terça-feira, dia 12, que o município de Itatiaia receberá mais um centro de distribuição de medicamentos, desta vez será o hub brasileiro da divisão de saúde da Procter & Gamble. A multinacional decidiu unificar todas as operações dos centros de distribuição da P&G Health na fábrica do município, com a perspectiva de comercializar R$ 600 milhões em medicamentos em 2022.

Cerca de 100 novos empregos irão se somar aos 600 já existentes nesta operação. O objetivo da empresa é alcançar R$ 1 bilhão em vendas nos próximos três anos.

Com faturamento superior a R$ 3 bilhões, o centro de distribuição da P&G opera em Itatiaia desde 2009 e, desde então, já foram investidos mais de R$ 1,2 bilhão na região, segundo a empresa. Agora, todos os produtos da divisão de medicamentos que serão vendidos no Brasil passarão pelo hub de Itatiaia.

– O local onde está instalado o centro de distribuição é considerado estratégico devido à proximidade com infraestruturas logísticas, como a rodovia Presidente Dutra. Além disso, o mercado consumidor do estado é um dos maiores do país – explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Cássio Coelho.

O vice-presidente da divisão de saúde da P&G, Rodrigo Padilla, diz que o foco principal da área é fortalecer os produtos já existentes e a participação de mercado no Brasil, que, hoje, é de 7,4%. “Queremos virar uma empresa relevante na indústria farmacêutica. Globalmente, temos a missão de nos tornarmos top 3 de consumer health (saúde do consumidor) do mundo”, afirma ele.

A P&G é a segunda empresa que anuncia a criação de um centro de distribuição de medicamentos em Itatiaia. Em outubro do ano passado, a União Química anunciou a abertura de uma unidade logística em Itatiaia, com a promessa de entregar seus produtos no estado no mesmo dia do pedido ou em no máximo 24 horas.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.