De Engenheiro Passos para a Copa Carioca

Atualizado às 21h

A pandemia da Covid-19 impactou a rotina dos pequenos clubes de futebol em todo o Brasil, sendo que com os clubes do Campeonato Carioca não foi diferente. Isso fez com que no ano passado os clubes da Série C ficassem de fora da organização da competição criada pela Federação de Futebol do estado do Rio de Janeiro (FFERJ). Sendo assim, por iniciativa de um empresário e para que esses clubes – muitos deles de pequeno porte e na categoria Amador – não fossem prejudicados, foi criada a Copa Carioca Interclubes, com sua primeira edição realizada no ano passado.

Para a segunda edição do torneio, a Copa Carioca Interclubes, que começará a partir de 17 de julho, conta com um time estreante. Criado no ano de 2019, no distrito resendense de Engenheiro Passos, o Boa Vista Engenheiro Passos FC, foi beneficiado com a ausência de outro clube, que alegou não ter conseguido o apoio necessário e que se retirou do evento. Um dos fundadores do clube, Paulo Motta, cita como foi a criação do Boa Vista e destaca o apoio de um importante nome da localidade.

– O Boa Vista surgiu quando um grupo de amigos se reuniu para montar um time, ainda sem nome previsto. Fomos até o empresário Noel de Carvalho (deputado da Alerj) para pedir seu apoio, para o andamento no projeto, entrao desde o primeiro instante ele disse sim, disse que ajudaria a montar o projeto – relembra Motta, que aproveitou para pedir sugestão de nome para o clube.

O deputado então relembrou que um de seus avós foi presidente de outro clube, e também acabou sugerindo o nome. “Então, antes de chamar Engenheiro Passos, nossa terrinha era chamada de Boa Vista, então por que não chamar de Boa Vista Engenheiro Passos Futebol Clube?”, teria dito Noel aos fundadores do clube, cujo plantel conta com 24 jovens e adultos do distrito resendense.

Está será a também a primeira participação do clube em um torneio oficial de futebol. Segundo o fundador do Boa Vista, o clube segue dando entrada na documentação para se afiliar a FFERJ para poder estar entrando nas competições a nível profissional. Como qualquer outro clube amador (e profissionais de pequeno porte), enfrenta algumas dificuldades para se manter, mesmo tendo o maior resort turístico do distrito como patrocinador, que segundo Motta, sempre apoiou e apoia projetos sociais, contribuindo com a retirada de jovens das ruas e das drogas, acompanhando os mesmos no rendimento disciplinar e escolar. “Por enquanto nossa equipe fez vaquinhas, mas caso necessite faremos para ajudar uns ao outros, pois sabemos que hoje em dia é difícil alguem que ajude projetos, mas fazemos de tudo para que nossos atletas possam ter do bom e melhor”.

Devido essas mesmas dificuldades, o clube ainda não definiu o local onde mandará as partidas no torneio. “Hoje, por falta de opção e falta de apoio de quem realmente tem, o time tem que fazer seu deslocamento de Engenheiro Passos ate Resende para fazer o treinamento, a qual agradecemos ao apoio do vereador Reginaldo (Engenheiro Passos) e do secretário de Esportes, por podermos realizar nossos treinamentos no campo em Resende. Quanto aos jogos, ainda nao temos o local definido, pois estamos tentando uma parceria com a Prefeitura de Itatiaia para que esses jogos sejam realizados no Estadio Municipal”, justifica.

O Boa Vista participará da Copa Carioca na Categoria Sub 23, com atletas de Engenheiro Passos, Resende e Itatiaia. “Nosso projeto é futsal, então expandimos para os gramados onde tivemos alguns amigos que vieram apoiar”, diz Motta.

CUIDADOS E VÍDEOS DURANTE A PANDEMIA
Devido a pandemia da Covid-19, que tem afastado os torcedores dos campos e estádios, o clube terá as partidas transmitidas. “Na competição elas serão transmitidas pelo Youtube porque não pode ter aglomeração, vamos fazer videos de nossos treinos e jogos ou até mesmo também fazer essas programações ao vivo. Temos nosso canal no Youtube, e nosso site, onde sempre estão sendo atualizados por videos novos”.

A equipe participante têm tomado os cuidados necessários para evitar o contágio entre os atletas e comissão técnica. “Estamos seguindo as regras básicas aplicadas da OMS (Organização Mundial da Saúde), como o uso de máscaras, de álcool gel, medição constante de temperatura dos atletas. Caso os jogadores tenham contato com algum caso suspeito ou até mesmo nao se sintam bem, eles imediatamente ficam suspensos do treinos e jogos até que se recuperem”, conclui.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.