Resende sofre com a fumaça das queimadas em diferentes bairros

Nos últimos dias de abril, com o tempo seco observado na região, tem “pipocado” nas redes sociais muitos relatos de focos de queimadas no município de Resende. Mesmo em áreas que margeiam a Rodovia Presidente Dutra, conforme mostra uma das fotos publicadas nas redes sociais (na foto principal da home page).

Em tempos de pandemia, onde a falta de ar é um dos sintomas principais daqueles que contraem a covid-19, ter este tipo de poluição ambiental é tudo que uma cidade não precisa. Na última sexta-feira, dia 23, a situação – segundo os moradores – estava insuportável à noite.

Dentre as fotos onde pode se observar a fumaça das queimadas nos bairros Paraíso (na segunda metade da foto à direita) e também no Centro Histórico, próximo a Igreja Matriz. Também no sábado, dia 24, novos focos de queimadas foram registrados, e a cena praticamente se repete todos os dias no município e o durante todo o dia.

No entanto, o problema não parece ter começado no último final de semana. No grupo “Amigos do Asilo Nicolino Gulhot”, nas redes sociais, um internauta aproveitou para chamar a atenção acerca do problema. “Boa noite amigos. Gostaria de chamar atenção sobre as queimadas nessa época, além de matar animais também faz mal para nossos idosos. Hoje (dia 10 deste mês) tivemos esse episódio. Vamos ser solidário com o próximo. Deus abençoe a todos!”

As fotografias registradas pelo internauta mostram imagens do bairro Parque Ipiranga, onde é perceptível que há uma fumaça cobrindo o local, inclusive onde fica a sede do asilo.

O jornal entrou em contato com o presidente da Agência de Meio Ambiente de Resende (Amar), Wilson Moura, que informou que até a última sexta-feira a Amar não havia recebido qualquer denúncia em sua sede relacionada aos focos de queimadas no município. Já a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros não atendeu às ligações.

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.