Rodrigo Drable reassume cargo em Barra Mansa após liminar do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, concedeu nesta sexta-feira, dia 31, uma liminar que determina o retorno de Rodrigo Drable (MDB) ao cargo de prefeito em Barra Mansa. A defesa do prefeito entrou com recurso no órgão após uma operação do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) afastar o chefe do Executivo e mais dois vereadores, Paulo Chuchu (Cidadania) e Zélio Show (PRTB) no último dia 14. Eles são investigados por suposto esquema de corrupção durante a votação da prestação de contas do município.

Em nota divulgada no dia do afastamento, a prefeitura informou que seu corpo jurídico já se encontrava “trabalhando na elucidação dos fatos para corrigir esta injustiça neste importante momento de enfrentamento à pandemia da Covid-19”, e recorreu contra a decisão do MPRJ. Ainda segundo a nota, o prefeito “foi acusado indevidamente de ter oferecido vantagens em votação na Câmara Municipal” por um vereador de oposição.

Ele ficou 17 dias afastado do cargo, que foi assumido interinamente pela vice-prefeita Fátima Lima. A decisão de Toffoli acontece dois dias após a Câmara Municipal aprovar por 14 votos a abertura de um processo para cassar o mandato do prefeito. Drable reassumiu o cargo na tarde desta sexta-feira, na sede da Prefeitura local.

Foto: Divulgação/PMBM

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.