Barra Mansa em estado de alerta com forte chuva

População local está em alerta com subida do nível do rio Barra Mansa (Foto: Paulo Dimas/PMBM)

A chuva forte que atingiu as capitais do eixo Rio-São Paulo e chegou a região Sul Fluminense nesta segunda-feira, dia 10, deixa Barra Mansa em alerta desde a tarde passada. A Defesa Civil local informou que está atuando em estágio de alerta, uma vez que a forte chuva deverá permanecer pelos próximos 15 dias, segundo a previsão do Instituto Climatempo.

Outra preocupação do órgão é o risco de deslizamento de encostas. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Sérgio Mendes, o Serginho Bombeiro, com o solo encharcado é necessário redobrar a atenção sobre os imóveis construídos próximo de encostas. “Os moradores devem observar sinais, como trincas nas paredes e no próprio morro, rachaduras no solo, água empoçando no quintal ou minando da base de algum barranco, assim como a supressão de vegetação. Diante dessa situação, a recomendação é de que os moradores deixem suas casas imediatamente e entrem em contato com a Defesa Civil, através do telefone 199”, alertou.

Para Mendes, entre os locais que concentram riscos geológicos estão os bairros Boa Vista, São Sebastião, Vila Coringa, Santa Izabel, São Francisco, Vale do Paraíba e Getúlio Vargas.

A forte chuva fez com que por volta das 21 horas desta segunda-feira o rio Barra Mansa transbordasse, na altura da Rua Florianópolis, no bairro Nova Esperança. A água atingiu parcialmente as casas situadas na área ribeirinha. Segundo o coordenador, as sirenes de alerta foram acionadas como medida preventiva para que os moradores “monitorassem a elevação do nível da água e, se fosse necessário, se encaminhassem para o ponto de apoio no Colégio Municipal Clécio Penedo”.

Com a chuva, o nível dos rios se elevaram: na manhã desta terça-feira, dia 11, o rio Barra Mansa chegou a 1,44 m de altura. O índice no período chuvoso é de 1,09 m e sua cota de transbordo de 2,52 m. Já o Paraíba do Sul atingiu 2,82 m. Seu nível em situação de chuva é de 1,90 m e a cota de transbordo de 3,5 m. Já o Bananal registrou 1,73 m, sendo que o nível no período chuvoso é de 1,35 m e a cota de transbordo de 4,05 m.

ALERTA AOS RIBEIRINHOS E OBRAS PARALISADAS
A Defesa Civil ainda aproveita para orientar os moradores a evitarem, sempre que possível, áreas de inundação em ruas e avenidas. Também alerta para que a população ribeirinha deixe sempre ao alcance das mãos documentos pessoais e medicamentos; coloque alimentos e móveis em local seguro. Outras dicas importantes são: não estacionar embaixo de árvores e manter distância de cabos elétricos danificados e partidos. Com as condições do tempo prevista para os próximos dias, o serviço de obras de asfaltamento em alguns trechos de Barra Mansa foi paralisado momentaneamente.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social (PMBM)

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.