Postos de Saúde de Resende realizam atendimentos na noite desta quarta-feira

Nesta quarta-feira, dia 5, quatro postos de saúde estarão estendendo seus horários de atendimento das 17 às 21 horas para quem não possui tempo disponível durante o dia. A iniciativa cumpre uma das exigências na adesão do município ao programa Saúde na Hora, criado pelo Ministério da Saúde no ano passado.  No município, aderiram a essa iniciativa o PSF da Cidade Alegria (Caixa D’água, na foto), a Clínica da Família, o Posto do bairro Manejo e o PSF do Jardim Primavera.

Inicialmente, os postos abrirão para a realização de exames preventivos em mulheres ou para quem precisa atualizar a carteira de vacinação de algum membro da família. Para a realização dos exames, as pacientes precisam ter entre 25 e 64 anos, mas a norma da Secretaria de Saúde também prevê atendimento a todas as mulheres que forem às unidades com o cartão SUS. Os procedimentos envolvem exames para diagnóstico precoce de câncer de mama e câncer no colo do útero.

Segundo a Secretaria, o cronograma inclui o Papanicolau, teste físico das mamas e orientações do autoexame. O resultado do exame preventivo tem previsão para ficar pronto entre 30 a 45 dias e pode ser retirado pela paciente no posto de saúde onde foi realizado. Já para quem precisa colocar a vacinação em dia, os postos que ficarão abertos até mais tarde estarão também com o trabalho de atualização da caderneta. A ação é importante para que toda a população tenha a chance de se imunizar contra doenças como febre amarela e sarampo, cujos casos vêm aumentando nos últimos anos no país.

O programa Saúde na Hora foi criado pelo Ministério da Saúde através da Portaria 930, em 15 de maio do ano passado. O programa prevê a extensão de horário de atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos municípios que fizerem adesão a ele. Segundo o órgão, 487 municípios e quase nove mil unidades de saúde da família já aderiram ao programa. A adesão acontece por meio de termo de compromisso firmado entre o Ministério da Saúde e municípios.

Para participar, as unidades terão que ampliar a oferta de serviços à população. Com a adesão, os municípios participantes terão o valor de financiamento aumentado, além de receberem, em parcela única, valor de incentivo para sua adesão. O programa ainda prevê que os municípios participantes deverão atender a alguns critérios, sendo um deles cumprir carga horária estabelecida, sendo à noite ou aos finais de semana.

Após início da participação no Saúde na Hora, os gestores municipais terão até quatro meses para adequarem as unidades, caso contrário, poderão ter os recursos adicionais referentes à participação no formato de atendimento ampliado suspensos.

Foto: Carina Rocha/PMR

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.