Vacinação contra o Sarampo em adultos temina esta semana na região

Quem ainda não se vacinou ou não completou o ciclo de doses da vacina contra o sarampo, tem até o próximo dia 30 para comparecer aos postos de saúde de Itatiaia, das 8 às 17h, para receber a dose durante a campanha de vacinação de combate a doença. O objetivo desta etapa da campanha é imunizar adultos com até 49 anos de idade e crianças a partir do primeiro ano. É destinada principalmente às pessoas que só tenham recebido a primeira dose. E quem estiver com idade de até 29 anos e não tenha como comprovar a vacinação, receberá as duas doses com intervalo mínimo de 30 dias.

– Já temos 10.400 casos confirmados no Brasil (até o último dia 19). A faixa que mais predominou foi do primeiro ano aos 29, visto que muitos não têm as duas doses da vacina contra o sarampo. É importante procurar o posto de saúde mais próximo da sua residência. Quem tiver de 30 a 49 anos e também não tiver como comprovar, deverá receber uma dose. – alerta a coordenadora do setor de Imunização de Itatiaia, Andrea Millen.

Em Resende, a prefeitura também realiza até o dia 30 a segunda etapa de intensificação da vacinação em todos os postos de saúde da cidade e seguirá o calendário nacional, que prevê o processo de imunização da segunda fase para a faixa prioritária de 20 a 29 anos. No último dia da campanha acontece o “Dia D”. As crianças que já receberam a dose extra na campanha em agosto não precisam ser mais vacinadas.

O sarampo é uma doença contagiosa que pode ser identificada através de febre alta, manchas avermelhadas pelo corpo, mal estar geral e até conjuntivite. A vacina tríplice viral, que também previne contra a caxumba e a rubéola, é a única forma de prevenção. No entanto ela é contraindicada para gestantes, crianças menores de 6 meses, pessoas que estejam com o sistema imunológico enfraquecido e também que estejam realizando tratamento contra o câncer.

O Ministério da Saúde, após promover uma estratégia de imunização para proteger crianças de 6 a 11 meses, recomenda que os pais destas crianças que ainda não tenham recebido a dose da vacina também procurem as unidades de saúde.

Foto: Divulgação/PMI

Fontes: Assessoria Especial de Comunicação (PMI) e Assessoria de Comunicação (PMR) 

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.