Moradores fazem abaixo-assinado contra boate

Uma boate aberta recentemente em Itatiaia está gerando polêmica entre os moradores do bairro Marechal Jardim. É que, segundo alguns deles, há suspeitas de que o local também funciona como casa de prostituição e, por isso, eles fizeram um abaixo-assinado para retirar o estabelecimento do local. Os órgãos públicos da cidade negam que o local funcione desta forma, mas se comprometeram a apurar as denúncias e, assim que possível, dar uma resposta aos moradores.

— A gente entregou abaixo-assinado para os bombeiros, para o tenente Francis, e para a prefeitura, porque aquele lugar não tem alvará de funcionamento. Falamos com o coronel da Ordem Pública e até agora nada. Desde que o dono alugou para eles, há cinco meses, estamos nessa peleja, tentando impedir o local de abrir. Conseguimos mais de 300 assinaturas e entregamos a estes órgãos porque sabemos que está tudo irregular. E ainda soubemos que um motel da região fez um acordo para eles usarem quartos de lá quando os da casa não forem suficientes – comentou uma moradora.

Segundo ela, a boate alterou o cotidiano dos moradores do bairro, porque o local passou a ser mais frequentado. No entanto, os visitantes confundem as moradoras do bairro com as funcionárias da boate, gerando uma série de confusões.

Saiba mais sobre a  reclamação dos moradores. Assine o jornal BEIRA-RIO.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.