26092017

Ornitologia matutina

Tamanho do texto »

Como entender os pássaros? Acordam cedo talvez porque dormem muito cedo. A noite não é mais momento de sair arrumando trabalho por aí. À noite eles descansam e quando o dia começa, eles também começam. À noite o casal de sabiás laranjeira sequer se propõe a discutir sua relação. Os desentendimentos do dia eles revolvem durante o dia. Certa vez um amigo me disse ficar impressionado com os pássaros que logo cedo se põe a discutir os problemas de suas relações conjugais.

E hoje mal meu dia começou e alguém me parecia bater à porta. Acordei, não me levantei da cama, e percebi que me batiam à janela. Percebi ainda que não era na janela da sala, da cozinha, dos quartos. Descobri que me batiam pelo basculante de vidro do banheiro. Uma sabiá laranjeira que insistentemente bicava o vidro. Fui ver, pelo lado de fora da casa, e ela fugiu ao me perceber. Entrei. Quem sabe ela não houvesse esquecido algo de valor dentro do banheiro? Mas nada que existia ali fazia menção a sabiá.

Voltei para a cama e não demorou para a sabiá retomar as bicadas insistentes no basculante. Queria entrar para que? Mal o dia começara dentro de um nevoeiro frio. Fui lá fora e novamente a sabiá fugiu. Sei que repetimos esse movimento, eu e ela, três vezes, de modo que acordei junto com os passarinhos.

Não faço idéia do que se passou com a sabiá. Queria fazer ninho dentro do meu banheiro? E a minha privacidade? Procurava algo perdido no dia anterior? Queria me avisar alguma coisa? Será que sou tão indolente? Ou será que meu amigo tinha razão? Começou a sabiá a discutir a relação logo cedo e agora esmurrava o bico contra o basculante por ter dito algo que não devia?

Sei que é muito difícil entender os pássaros.

Rafael Alvarenga
Escritor e professor de Filosofia
ninhodeletras.blogspot.com.br

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.