26092017

Escritor resendense lança livro de contos

Tamanho do texto »

Na próxima quinta-feira, dia 13, às 19h, acontece a noite de autógrafos do escritor resendense Henrique Pimenta (foto). Sobrinho do saudoso poeta Altamiro Pimenta, que dá nome ao espaço cultural onde funciona o MAM de Resende, Henrique lança pela primeira vez em sua cidade natal o livro de contos ‘Ele Adora a Desgraça Azul’. Como poeta, desde 2007 Pimenta divulga na blogosfera sua poesia em forma de sonetos, glosas, haicais e poemas com versos livres. Materializou uma pequena parte dessa obra poética em 2012, ao lançar o polêmico “99 sonetos sacanas e 1 canção de amor”, livro com poemas de cunho erótico. Há cerca de quatro anos, porém, resolveu ampliar seu universo estético e direcionou seu trabalho para a narrativa breve.

Nesse novo projeto, ele começou a redigir de forma apaixonada uma série de contos. Aos poucos, percebeu que estava surgindo um material de boa qualidade estética. Depois de selecionar 23 contos que se ligavam conceitualmente, decidiu que os publicaria, intitulando o trabalho com o sugestivo nome de “Ele adora a desgraça azul”.

Algo que chama a atenção é que há dois contos ambientados em Resende, cidade natal do escritor, e alguns outros em cidades de Mato Grosso do Sul, estado onde ele vive atualmente. “As histórias são acerca de pessoas normais, ou seja, gente muito, muito estranha, que não se importa em ser desagradável e repulsiva quando seu desejo assim determina”, revela o autor.

As narrativas possuem tramas incomuns, apresentadas numa linguagem contemporânea, com ações diversas e muitos diálogos. Por se tratar de boa literatura, as 190 páginas são instigantes para qualquer leitor, mas, para o leitor que vive em Resende e no estado de Mato Grosso do Sul, será no mínimo curioso se deparar com contos ambientados em localidades tão conhecidas. O Museu de Arte Moderna de Resende fica na Rua Dr. Cunha Ferreira, 104 no Centro Histórico de Resende.

SOBRE HENRIQUE PIMENTA
Henrique Pimenta nasceu em Resende em 1965. Escreve textos literários desde seus 15 anos de idade e vive atualmente em Campo Grande – MS. Mestre em Estudos Literários pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), é professor de Língua Portuguesa e Literatura em Língua Portuguesa, há mais de 20 anos. Desde 2007, mantém o blog “Bar do Bardo”, com boa parte de sua produção de sonetos. Em 2012, lançou o livro de poemas eróticos “99 sonetos sacanas e 1 canção de amor”. Em 2014, passou a publicar poemas pós-modernos no blog “intrassemiose”. Em maio de 2016, publicou o livro de contos contemporâneos “Ele adora a desgraça azul”. Em julho de 2016, participou da “Feira Literária de Bonito-MS” (FLIB), falando no espaço Dedo de Prosa sobre sua produção literária.

Em 2017, alguns contos do livro “Ele adora a desgraça azul” foram selecionados para compor a bibliografia da Graduação e do Mestrado em Letras da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Esses contos foram trabalhados efetivamente nas aulas com os discentes. Em março de 2017, o livro de contos “Ele adora a desgraça azul” foi escolhido para estrear o projeto de extensão elaborado por acadêmicos de graduação do Curso de Letras da UEMS: “Grupo de Leitura ‘Da literatura moderna à contemporânea: escritores ocultos’”. Em 26 de maio de 2017, ocorreu efetivamente o encontro, no qual houve a discussão da obra com acadêmicos de graduação, mestrandos, doutores da UEMS, outros convidados, tudo com a participação do autor.

Fonte e fotos: Divulgação

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.