26092017

Atletas garantem liderança brasileira em seletiva para os Jogos Olímpicos da Juventude

Tamanho do texto »

Dupla do Espírito Santo, Thamela e Maria Luiza, campeãs da etapa de Cochabamba.

Os Jogos Olímpicos da Juventude acontece apenas ano que vem, em Buenos Aires, mas Brasil já lidera o ranking da seletiva sul-americana nos naipes feminino e masculino, com a disputa dividida entre duas etapas, com a segunda ocorrendo neste último final de semana, em Cochabamba, na Bolívia.

No naipe masculino, Gabriel e Johann, do Paraná e Rio de Janeiro, respectivamente, garantiram a medalha de prata para o Brasil, que agora soma duas e se encontra empatado na primeira colocação da seletiva com os times argentinos, com 360 pontos. Os dois chegaram invictos até a final, mas acabaram superados pelos paraguaios Gonza e Riveros na decisão, por 2 sets a 1 (19/21, 21/16, 21/23).

Entre as mulheres, Thamela e Maria Luiza, ambas do Espírito Santo, superaram na decisão as bolivianas Canedo e Nicole, que contavam com a torcida local, por 2 sets a 1 (21/15, 19/21 e 15/10). Na primeira etapa, o Brasil havia ficado em terceiro lugar, mas, com o ouro desta, o país chega aos seus 360 pontos. A Venezuela soma 340 e aparece em segundo lugar no ranking.

Dupla brasileira feminina no pódio da etapa.

A próxima etapa da seletiva para os Jogos da Juventude acontece de 25 a 27 de agosto, em Santiago, no Chile. Outra etapa também confirmada é a da cidade de Vargas, na Venezuela, de 22 a 24 de setembro. Ao todo, serão cinco vagas para os países Sul-Americanos, e os classificados sairão do ranking final do circuito de seis etapas seletivas.

A terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude ocorre ano que vem e, pela primeira vez, acontecerá fora da Ásia. O Brasil é o atual campeão no vôlei de praia feminino, com Duda e Ana Patrícia, além de ser uma das modalidades no programa do evento que reúne milhares de atletas entre 15 e 18 anos.

Fonte: Assessoria de Comunicação (CBV)

Salvar

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.