24092017

Teste do Pezinho volta a ser feito em Itatiaia

Tamanho do texto »

9799797777A partir da próxima quarta-feira, dia 24, a Triagem Neonatal – conhecida popularmente como “Teste do Pezinho” – voltará a ser realizado nos recém-nascidos pela rede municipal de saúde de Itatiaia. O local é na Unidade Básica de Saúde do Centro, na “Sala do Pezinho”.

O serviço foi paralisado temporariamente devido problemas enfrentados pelo Governo do Estado, mas feita a capacitação especial a equipe de Triagem Neonatal da secretaria de saúde da cidade, com os serviços voltando a ativa regularmente.

Foi necessária a equipe de Itatiaia vir até a capital para se capacitar e atender às novas regras do “Teste do Pezinho”, com, claramente, sendo importante para que as profissionais possam se aprofundar, aperfeiçoar na metodologia utilizada pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do Rio de Janeiro, que é a instituição responsável pela coleta do material. Isso só mantém a qualidade do serviço prestado ao cidadão de Itatiaia – declara Andrea Rocha, Coordenadora do Serviço de Triagem Neonatal.

Para saber, o “Teste do Pezinho” é obrigatório por lei em todo o Brasil desde 2001. O exame tem o intuito identificar doenças metabólicas, genéticas e infecciosas, as quais podem causar sequelas irreparáveis no desenvolvimento mental e físico da criança. Com sua detecção, essas tem-se a possibilidade de  serem tratadas mesmo antes do aparecimento dos sintomas.

O exame é realizado em grande parte nas maternidades quando o bebê completa 48 horas de vida, pois antes disso o teste pode sofrer influência do metabolismo da mãe. O exame também é feito em laboratórios. O ideal é que o teste seja feito até o sétimo dia de vida do bebê.

O diagnóstico precoce é essencial, já que oferece condições de um tratamento iniciado nas primeiras semanas de vida do bebê, evitando, assim, a deficiência mental, que uma vez presente no corpo, já não se tem mais possibilidade de cura.

Fonte: Assessoria de Comunicação (Itatiaia)

Foto: Correio do Seridó/Rádio 104.9 FM

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.