22072017

Campanha incentiva fiscalização das calçadas

Tamanho do texto »

Nesta segunda-feira, dia 3, a população brasileira ganhou mais uma ferramenta de fiscalização das calçadas. Foi lançada oficialmente neste dia a terceira edição da campanha Calçada #Cilada. Criada na capital paulista no ano de 2014, é fruto da iniciativa de pessoas engajadas na rede Corrida Amiga, e tem o objetivo central de engajar a população em favor de cidades caminháveis e acessíveis a todas as pessoas, incluindo crianças, idosos e pessoas com deficiência.

– Naquele tempo não usávamos aplicativo. Convocamos as pessoas próximas (a própria familia, amigos…) a publicarem nas redes sociais uma selfie numa calçada cilada, fazendo careta. Tudo começou com uma “brincadeira séria” para colocar luz neste problema tao latente, mas tão invisível em nossa sociedade. Precisamos sim falar das ciladas nas calçadas do Brasil! – explica a ativista da Corrida Amiga, Sílvia Stuchi.

A principal atividade realizada pela campanha é a fiscalização das calçadas, com fotos e comentários rápidos através de um aplicativo, o Colab. A prioridade será dada ao mapeamento de passeios com grande fluxo de pedestres e acontece em todo o Brasil durante o mês de abril. Além da fiscalização por parte dos moradores das cidades, o Calçada #Cilada também contará com outras atividades destacadas pela ativista.

– A Corrida amiga tem articuladores e embaixadores da campanha em diversas cidades, tais como: Rio de Janeiro, Recife, Aracaju, Campinas, Curitiba, Goiânia e Belo Horizonte. Estas pessoas são pontos focais da campanha e disseminam as atividades em suas localidades – destaca Sílvia.

Ela cita o exemplo de Goiânia, onde haverá um debate sobre o Maio Amarelo (redução de acidentes no trânsito) levando a campanha e os acidentes em calçadas. De acordo com a pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP), Julia D’Andrea Greve, dos atendimentos realizados no Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas, a queda em calçada é o acidente que mais vitimiza pessoas nas ruas.

Já em Brasília, em conjunto com o grupo Brasilia para Pessoas, acontecerão caminhadas lúdicas com as crianças e os “curativos urbanos”. Algumas calçadas cilada serão transformadas em calçadas cidadãs, requalificando estes espaços e mostrando que é possível haver cidades acessíveis e caminháveis.

No estado do Rio de Janeiro, existem articuladores na capital e em Niterói. Mas Sílvia acredita que ao longo da campanha, com a divulgação das atividades pelos quatro cantos do país, a tendência é que mais cidades e pessoas participem e se engajem.

Após a campanha, os dados serão computados e encaminhados aos responsáveis. “Teremos um seminario para debater o tema e também espera-se que a campanha seja um bom aquecimento para o projeto Calçadas do Brasil, idealizado pelo portal Mobilize”, completa.

COMO PARTICIPAR DA CAMPANHA
É possível participar de qualquer lugar do país da campanha. O primeiro passo é baixar o aplicativo Colab, disponível gratuitamente para as plataformas Android e iOS. Em seguida, abra o aplicativo, cadastre-se e faça o login. Depois, acione o sinal + (no canto inferior direito da tela); o tópico Fiscalize um problema e selecione a categoria Pedestres e Ciclistas.

Indique a subcategoria correspondente, por exemplo, Calçada Irregular, ou Calçada inexistente. Tire uma foto do problema encontrado e escreva um pequeno texto sobre defeito dessa calçada (não esqueça de incluir a hashtag #cilada). Confira o endereço da fiscalização e publique.

Para apoiar a campanha e promover uma ação em sua cidade é só entrar em contato com os ativistas do Corrida Amiga, Andrew Oliveira e Sílvia Stuchi, pelo e-mail contato@corridaamiga.org, pelo site da Corrida Amiga ou pelos telefones (11) 94155-5993 (Silvia Stuchi) ou (11) 98221-2131 (Andrew Oliveira).

Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.