23042017

Um poderoso aliado da saúde

Tamanho do texto »

cokolada_14335Sucumbir à tentação de provar um delicioso chocolate, de apreciar o sabor e aroma marcantes, especialmente nesse período de Páscoa, em que as prateleiras dos supermercados transbordam dos mais variados tipos. O doce, que já foi uma iguaria consumida apenas pelos nobres e usado como moeda de troca por civilizações antigas, é extremamente versátil e facilmente encontrado em vários formatos, textura, cor e sabor, sendo amplamente consumido em todo o mundo, o que o torna um forte componente da indústria alimentícia e explica seu papel fundamental na economia de vários países.

Em virtude da vida moderna, que visa o foco em uma alimentação saudável para não somente atingir um físico que o indivíduo considere ideal, mas principalmente para prolongar a vida da melhor forma possível, muitos ficam com receio da ingestão de tal, pois atualmente há vários questionamentos acerca de seus efeitos no organismo, assim, esses acabam restringindo ou excluindo totalmente o doce do cardápio, mesmo que isso exija muita força de vontade e determinação.

Mas não precisam se alarmar dessa forma, pois a boa notícia é que alguns estudos recentes comprovam que o alimento, se consumido de forma correta e moderada, não só é inofensivo à saúde, como também pode trazer muitos benefícios.

Seja em forma de bombom, barra, bebida, branco, amargo ou ao leite, entre tantas outras opções, o fato é que o chocolate sempre atrai e conquista cada vez mais admiradores desde sua descoberta. O Brasil, por sua vez, é um dos maiores consumidores e exportadores do alimento, sendo os brasileiros considerados chocólatras consagrados. O mundo inteiro se rende ao sabor incomparável do produto, que já inspirou canções, quadros e foi até tema de filmes.

O responsável pelas vantagens do chocolate é o cacau, já que o fruto é rico em nutrientes que possuem comprovação científica sobre seus benefícios, como os polifenóis, que auxiliam na redução da pressão arterial e atuam para melhorar a saúde do coração e os flavonoides, que são potentes antioxidantes com ação extremamente hidratante que protegem o organismo do excesso dos radicais livres, moléculas reativas que danificam vários tecidos do corpo.

chocolat_cote_divoire 276678O chocolate ao leite é o tipo mais consumido em todo o mundo por seu sabor é doce e altamente agradável. A lei determina que para ser comercializado como chocolate o alimento contenha, no mínimo, 25% de cacau em sua composição, porém, os 75% restantes são compostos geralmente por leite integral, açúcar, aditivos, gordura hidrogenada e outras substancias que não fazem bem à saúde.

Em virtude disso, os chocolates considerados com maior valor nutricional iniciam-se a partir da composição de cacau 50% ou superior. Veja abaixo o quão cada chocolate e suas percentagens de cacau influenciam em sua saúde:

50% cacau: Esse é o tipo mais indicado para aqueles que querem começar a degustar um chocolate com mais qualidade. Nesse percentual já é possível sentir um gosto diferenciado e uma acidez mais intensa;

60% cacau: Esse percentual tem uma intensidade mais elevada e é o que apresenta maior índice de retrogosto – aquela lembrança que fica na boca após a ingestão do alimento, como se o sabor ainda estivesse presente. Sua composição apresenta um traço amargo mais acentuado;

75% cacau: Esta faixa de concentração de cacau é a mais consumida por quem busca um equilíbrio entre o prazer do sabor e a qualidade do produto. Seu gosto é menos amargo que o classificado em 60%, mas ainda é intenso e marcante.

85% cacau: Não contém adição de açúcar. Seu sabor intenso e amargo traz lembranças do café preto e sua textura derrete bem lentamente na boca.

99% cacau: Esse chocolate é quase composto inteiramente por cacau e apresenta um sabor amargo com um forte traço salgado, é um dos mais difíceis de ser encontrado no mercado, porém é o que apresenta maior concentração de flavonoides.

Então, se você quer se manter em forma e também ter a saúde em dia, o recomendado não é remover o chocolate se sua dieta, pelo contrário, apenas exige-se um controle de tal, consumindo de maneira aceitável, escolhendo aquele que mais agrade e encaixe-se na rotina, pois os benefícios proporcionados ao coração e a mente são surpreendentes. Além disso, quem de fato quer tirar essa guloseima da alimentação de forma radical?

Fonte:  Assessoria de Imprensa  (Nature Center)

Foto: Brasil – Estadão/Mercado do Cacau/Best Berry

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.