25032017

Com balança ou sem balança: a escolha é do cliente

Tamanho do texto »

Além do self-service com balança, restaurante manteve o bom atendimento por parte de seus funcionários, inclusive na lanchonete e na entrega de marmitex a domicílio

Além do self-service com balança, restaurante manteve o bom atendimento por parte de seus funcionários, inclusive na lanchonete e na entrega de marmitex a domicílio

Em julho do ano passado, o jornal BEIRA-RIO visitou o restaurante Bom Paladar, no bairro Manejo, que sempre apostava no sucesso do self-service sem balança para atrair a clientela local. Seis meses mais tarde, a equipe do jornal retornou ao estabelecimento, que para evitar perder com a crise, resolveu seguir o exemplo da concorrência e passou a oferecer a opção de self-service com balança.

– Resolvemos acrescentar a balança com preço acessível para evitar a fuga dos clientes, e também para atrair o público que prefere consumir menos alimentos no prato. Tem pessoas quem por exemplo, preferem apenas saladas. Tanto que para elas essa é a opção que fica mais em conta – justifica a proprietária Maria José Mandavique.

Ainda assim, depois de implementar a opção com balança, ela revela que a maioria dos clientes ainda se serve sem pesar o almoço. “A clientela aqui ainda prefere pagar apenas uma vez e colocar uma quantia ilimitada de alimentos”.

Para comprovar a preferência citada por Maria José, a reportagem do BEIRA-RIO, diferente do que fez em julho passado, optou pelo self-service com balança. No prato tinha arroz, farofa, nhoque, croquete de carne, bife a milanesa e vinagrete, cujo peso rendeu R$ 12,25 (valor quase próximo aos R$ 13,90 cobrados sem a balança, que custa R$ 2,99 cada 100 g). Algumas pessoas que foram almoçar no local no dia da realização da matéria e foram questionadas, informaram que estavam pagando pela refeição sem a nova opção.

Cliente assídua, Anileda faz suas refeições no restaurante

Cliente assídua, Anileda faz suas refeições no restaurante

Fora a novidade implementada, o restaurante manteve o atendimento já conhecido de seus clientes, com lanchonete e restaurante no mesmo espaço, servindo três refeições de segunda a sábado. Entre os pratos mais vendidos estão o frango grelhado na chapa durante o almoço e o pão de queijo no café da manhã e no lanche da tarde. Com isso, o estabelecimento segue tendo uma clientela fiel, como é o caso da família da dona de casa Anileda Cristina de Queiróz Caldeira.

– Aqui tem muita variedade, saladas, opções de carnem, nhoque e “aquele franguinho frito”. Todo dia passo aqui para almoçar, fora que de manhã venho aqui tomar café e mais tarde volto para o lanche – revela a cliente, que mora no imóvel localizado acima do restaurante.

Às sextas-feiras, o estabelecimento serve feijoada (ainda que ela não esteja completa por ser um alimento pesado para os meses de verão), mas tem atraído um grupo de colegas que se reúnem para almoçar sempre neste dia da semana. “Ela é leve e saborosa, e como gostamos muito de feijoada,  gente se reúne sempre na sexta neste horário aqui no restaurante”, completa o advogado José Henrique Storte, acompanhado de quatro colegas de uma empresa para a qual presta serviço.

Para quem gostou da novidade e quer almoçar, o endereço é Avenida Coronel Mendes, 911, no Manejo. O telefone para os interessados em pedir almoço para entrega em casa ou no trabalho é (24) 3355-0985.

Patrocinado

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.